Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Postado por em jul 13, 2018 em Notícias | 0 comentários

QUESTÕES ECONÔMICAS COMEÇAM A SER DEBATIDAS NO ACT

QUESTÕES ECONÔMICAS COMEÇAM A SER DEBATIDAS NO ACT


Após amplo debate sobre as cláusulas sociais, direitos, benefícios e relações sindicais, chegou o momento de tratar das questões econômicas do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) de 2018. A discussão iniciou na tarde desta quinta-feira (12), quando foram apresentados diversos pontos relacionados ao tema.

Em debate, o adiantamentos de férias, adicional noturno, ajuda de custo na transferência, antecipação de 50% da gratificação natalina, anuênios, gratificação de férias, gratificação de quebra de caixa, pagamento de salários, horas extras, trabalho em dia de repouso e fins de semana, perdas salariais, piso salarial, adicional de fronteira, adicional de periculosidade aos motociclista, gratificação isonômica de função, pagamento de diárias, adicional de atividade de distribuição ou coleta externa, adicional de atendimento em guichê em agências de Correios, adicional de atividade com exposição à radiação, adicional de atividade de tratamento, diferencial de mercado.

Ao final da reunião, os trabalhadores solicitaram a presença do Vice-Presidente de Gestão Estratégica de Pessoas e do Vice-Presidente de Finanças para que se possa tratar do tema relacionado ao reajuste salarial. Além disso, também é necessária a presença do Presidente da Postal Saúde para que à cláusula da Assistência Médica possa ser tratada com mais profundidade.

O representante da FINDECT na negociação, Wilson Araújo, classificou como “atitude vergonhosa da empresa que propõe congelar ou retirar direitos em quase todos os pontos apresentados”. Sobre a solicitação da presença dos vice-presidentes da empresa e do presidente da Postal Saúde, Araújo destacou que “eles, assim como o presidente da Empresa, precisam encarar os trabalhadores de frente”.

Reprodução: FINDECT

Deixe uma Mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.