Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Postado por em ago 7, 2018 em Campanha 2018/2019, Notícias, Slides | 0 comentários

ASSEMBLEIA: ESTADO DE GREVE É MANTIDO ATÉ DIA 14/08

ASSEMBLEIA: ESTADO DE GREVE É MANTIDO ATÉ DIA 14/08

Após mais de quinze reuniões formalizadas, a Direção da ECT recorreu ao Tribunal Superior de Trabalho para concluir as negociações. O longo período de negociações foi bastante intenso, dada a postura adotada pela diretoria na mesa de negociações.  continua a fazer jogo duro nas negociações do Acordo Coletivo 2018/2019.

Em resposta à requisição da ECT, o Vice-Presidente do TST, Renato de Lacerda Paiva,  emitiu um despacho no qual trata sobre o momento das negociações entre os representantes das categorias e a empresa. No documento, o Ministro faz uma oferta e estipula um prazo para o aceite. A proposta contempla a manutenção do Acordo Coletivo vigente e concede reposição salarial de acordo com o INPC (previsto), que é de 3,68%.

No entento, a questão do Plano de Saúde não foi totalmente esclarecida pela proposta feita pelo TST. A situação demanda decisão urgente, principalmente devido às constantes queixas feitas pelos trabalhadores sobre a dificuldade financeira de manter o pagamento do plano.

Frente à decisão da ECT e a proposta do TST, as duas Federações – FINDECT e FENTECT – emitiram o Informe Unificado nº001, no qual orientaram os Sindicatos filiados a:

  1. Não avaliação da proposta apresentada pelo TST e manutenção do estado de greve, com indicativo de greve para o dia 14/08.
  2. Aprovação do próximo passo para as Federações: Procurar o TST até a data da próxima assembleia (que será dia 14/08) na tentativa de avançar na proposta apresentada na questão do Plano de Saúde.

Vale ressaltar que, no documento, o Ministro Renato de Lacerda Paiva manifestou sensibilidade quanto às perdas salariais e pessoais que os Ecetistas enfrentam após implantação da mensalidade do Postal Saúde sobre o salário bruto, o que está resultando numa pesada carga sobre o salário líquido. Alguns Trabalhadores estão acumulando descontos que chegam a 70% do valor de seu salário líquido, o que torna inviável a manutenção das condições mínimas de bem-estar.

A FINDECT e os Sindicatos à ela filiados não irão aceitar a redução de direitos, e a postura firme está resultando em avanços nas negociações, mesmo que este progresso tenha sido resultado da intransigência dos Sindicatos frente à inteção da ECT de eliminar direitos e benefícios do Acordo Coletivo.

Segue o  lema: NENHUM DIREITO A MENOS!

Os Diretores da FINDECT e dos Sindicatos Filiados já estão realizando as movimentações necessárias para realizar o encontro no TST e esclarecer todas as questões relacionadas ao Plano de Saúde e a proposta como um todo.

Assembleia marcada para dia 14 de Agosto. A luta continua!

Clique aqui para conferir o Comunicado 010/2018 do SINDECTEB, o Informe Unificado 001/2018 e o Despacho do TST.

Deixe uma Mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.