Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Postado por em nov 7, 2018 em Sem categoria | 0 comentários

Trabalho duro dos Ecetistas faz Correio ser Top of Mind mais uma vez

Trabalho duro dos Ecetistas faz Correio ser Top of Mind mais uma vez

Contrariando discursos políticos que tentam usar o desempenho da ECT como justificativa para uma possível privatização, os Correios foi, mais uma vez, destaque no Top of Mind 2018 devido à sua qualidade de serviços.

Os índices de qualidade estão em ascensão desde Abril, algo construído graças à garra do Trabalhador Ecetista, que, mesmo enfrentando desafios diários no exercício da sua profissão, continua a desempenhar suas funções com dedicação.

No Brasil, o segmento de encomendas não é controlado por monopólio, ou seja, os Correios disputam a preferência dos clientes e empresas com mais de 200 concorrentes do setor de logística e entregas. Mesmo em um mercado competitivo, os Correios seguem como principal opção nacional, sendo lembrada como principal marca quando o assunto é entrega de encomendas.

Essa é a quinta vez consecutiva que os Correios vencem o Top of Mind da categoria. 37% das pessoas entrevistadas mencionaram os Correios quando perguntados “Qual a primeira marca que lhe vem à cabeça quando você pensa em serviços de entrega?” enquanto outros 20% responderam “Sedex”.

O SINDECTEB parabeniza todos os funcionários dos Correios, que fazem parte desse resultado e são protagonistas da grandeza da ECT. Mesmo diante de nefastas decisões políticas e sob a ameaça constante da privatização, os Companheiros e Companheiras seguem exercendo seu trabalho com excelência.

Apesar de lidar diariamente com julgamentos injustos, que colocam os funcionários como principais culpados pela queda de qualidade (excluindo os reais responsáveis, que são os gestores políticos de carreira que utilizam a ECT como plataforma de campanha para seus projetos pessoais), os Ecetistas seguem como exemplo de funcionários dedicados e que fazem a diferença para a população brasileira.

Deixe uma Mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.