Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Postado por em mar 7, 2019 em Notícias, Slides | 0 comentários

SINDECTEB participa de reunião da Comissão de Trânsito em Bauru

SINDECTEB participa de reunião da Comissão de Trânsito em Bauru

Na manhã desta quinta-feira, dia 7 de março, o SINDECTEB participou de mais uma reunião da Comissão de Trânsito.

A Comissão foi criada para avaliar o andamento de processos e ocorrências envolvendo Companheiros Ecetistas que executam funções de entrega por meio de veículos.

Participaram o Vice-presidente do SINDECTEB, Luiz Alberto Bataiola, e o Dirigente Sindical João Honorato. A empresa foi representada por Edivaldo Navarro e Nicole Reia, da CORET.

Durante a reunião, que ocorreu na sede da DR-SPI, em Bauru, foram debatidos os 33 casos de acidentes envolvendo as viaturas dos Correios e Companheiros lotados na base do SINDECET.

Os casos estão sendo analisados pela ECT, contudo, o SINDECTEB faz questão de acompanhar os casos um a um, a fim de vistoriar as decisões da ECT e debater as melhores formas de prestar assistência aos casos. Foi decidido que nenhum dos casos foi doloso, ou seja, intencional, contudo, ainda há mais etapas de apuração.

Os Ecetistas que trabalham nas ruas com viaturas sabem que muitos dos veículos apresentam falhas mecânicas ou carecem da manutenção adequada.

Essa situação faz com que muitos acidentes não sejam causados por negligência do condutor, e isso deve ser esclarecido para que não haja nenhum tipo de injustiça no momento da análise da situação.

O objetivo da comissão de trânsito é apresentar os laudos dos acidentes e verificar as razões de cada ocorrência. Este procedimento auxilia o SINDECTEB na representatividade dos Companheiros, principalmente em caso de responsabilização indevida sobre os acidentes.

Vale lembrar que há muitos anos os Correios não efetua cursos de direção defensiva ou procedimentos educativos de trânsito junto aos funcionários que operam no setor de entregas.

A falta deste recurso é ruim para ambos os lados, para os Correios, que gastam mais com os acidentes, indenizações e conserto das viaturas, e também para os Ecetistas, que deixam de receber uma importante instrução para executar seu trabalho.

Há alguns casos que realmente fogem ao controle, como o episódio de um carteiro da região de Araçatuba, que colidiu sua moto contra um veículo, foi hospitalizado e o local do acidente não foi periciado.

Outro problema que contribui para os acidentes são as altas demandas de entrega, que fazem com que muitos carteiros motorizados tenham que trafegar sempre com pressa para não voltar à sua unidade com encomendas pendentes.

A falta de funcionários e a sobrecarga dos atuais Ecetistas resulta em inúmeros problemas, como acidentes de trânsito e multas.

Fica a pergunta: quem é mais responsável pela negligência? O ecetista que coloca sua integridade em risco para bater suas metas ou a empresa, que não tem as necessárias condições de operação para atender suas demandas.

O SINDECTEB recomenda aos Companheiros que, mesmo diante das metas impostas, sempre respeite as leis de trânsito para resguardar sua integridade.

Deixe uma Mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.