Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Postado por em abr 4, 2019 em Notícias, Slides | 0 comentários

FINDECT participa de reabertura da frente parlamentar em defesa dos correios

FINDECT participa de reabertura da frente parlamentar em defesa dos correios

A FINDECT e os Sindicatos Filiados participaram do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa dos Correios da 56ª Legislatura (referente aos anos 2019 a 2023). O evento ocorreu em Brasília, na Câmara dos Deputados. A convocação foi feita pelo Presidente da Frente Parlamentar, deputado Leonardo Monteiro, do Partido dos Trabalhadores (PT-MG).


Participaram da solenidade outros Deputados, que se mostraram comprometidos com a causa dos Ecetistas e entidades representativas, como a FINDECT e os Sindicatos Filiados.


A Frente Parlamentar possui composição mista, ou sejam participam parlamentares e representantes da Categoria. O objetivo é lutar pela manutenção dos Correios como uma empresa pública de qualidade, visando o debate sobre a Instituição e sua importância para o Estado Brasileiro.


Vale ressaltar que a Frente Parlamentar foi criada na metade da última legislatura, em meio ao Golpe aplicado contra a Presidente Dilma Rousseff, em 2016. Agora, os Parlamentares e Trabalhadores se unem novamente para relançar a Frente em um contexto político delicado, no qual há um jogo de interesses que envolve a privatização da ECT.


A FINDECT e o SINDECTEB reafirmam seu compromisso de manter-se sempre em luta contra a privatização dos Correios. A empresa representa um importante patrimônio nacional que não deve ser tratado como uma simples empresa deficitária.


Toda a situação atual da ECT é reflexo da má gestão e dos inúmeros escândalos de desvios, sendo assim, o Brasil não precisa de um Correio privatizado, mas sim de transparência na gestão da entidade e, principalmente, idoneidade dos dirigentes, tanto da ECT quanto no Fundo de Pensão e no Plano de Saúde.

Deixe uma Mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.