Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Postado por em abr 22, 2019 em Notícias, Slides | 0 comentários

SINDECTEB se reúne com ECT para discutir mudanças no uniforme

SINDECTEB se reúne com ECT para discutir mudanças no uniforme

A Diretoria do SINDECTEB se reuniu com representantes da Comissão de Segurança e Medicina do Trabalho (CSMT) para discutir uma iniciativa da empresa em relação aos uniformes utilizados pelos carteiros. A reunião ocorreu na manhã do dia 17 de abril, na sede da FINDECT, em Bauru.

O evento foi um pedido da CSMT, com o propósito de debater sobre a realização de um estudo junto à base de trabalhadores do Sindicato para analisar a aceitação dos Companheiros em relação ao novo modelo de uniforme.

Participaram da reunião o presidente José Aparecido Gimenes Gandara; o Vice-Presidente, Luiz Alberto Bataiola e os Diretores André Akira Kamia, Laerte Paes Claro Junior, Silvio Prudência, Vinicius Marion de Oliveira e Hideyochi Hina de Oliveira.

Pela ECT, estiveram presentes Pedro Henrique Silvério, Edivaldo Navarro, Marcus Vinicius Ferreira Batista, Nilton Ribeiro e Paulo Roberto de Carvalho Vannini.

A realização de uma consulta ao Sindicato dialoga com a Cláusula 37 do Acordo Coletivo de Trabalho e a necessidade de fornecimento de uniforme e EPIs por parte da ECT. Segundo o texto da Cláusula, a ECT tem como obrigações:

  1. Fornecer material de segurança adequado para o exercício das funções profissionais
  2. Realizar a reposição do material periodicamente
  3. Desenvolver melhorias no uniforme dos trabalhadores
  4. Testar as mudanças
  5. Propor inciativas e estudos técnicos para uso de material fluorescente e refletivo nas camisas dos profissionais envolvidos na distribuição e coleta
  6. Desenvolver estudos sobre a viabilidade de tecidos com fator UVA/UVB
  7. Consultar os Sindicatos e a Federação e as entidades representativas para debates antes da realização de estudos sobre equipamentos e uniformes.

A ideia da CSMT é apresentar a um grupo selecionado de trabalhadores o novo modelo de uniforme e, a partir da opinião desses usuários, desenvolver melhorias. De acordo com a Comissão, a ideia é contar com o apoio do Sindicato e de funcionários da base para criar um projeto que visa beneficiar todos os companheiros Ecetistas que trabalham na distribuição e coleta.

A CSMT vai iniciar o projeto pela DR-SPI, contudo, a ideia é a expansão do projeto para outras regiões do Brasil.

O SINDECTEB reforça sua posição quanto à realização de testes junto aos Ecetistas:

  1. É fundamental garantir a integridade e segurança de todos antes de qualquer pesquisa de campo
  2. Projetos de grande abrangência, como é o caso do uniforme, devem envolver trabalhadores e sindicatos de todas as regiões do Brasil
  3. A opinião do trabalhador deve ser tratada com toda a transparência possível, a fim de reproduzir a voz dos Ecetistas sem distorção
  4. O acompanhamento por parte das entidades representativas é uma prioridade

De acordo com o Presidente do SINDECTEB, a melhoria dos uniformes e equipamentos é fundamental para a segurança dos Ecetistas:

“O uso dos equipamentos de segurança é fundamental para garantir a segurança de todos os Trabalhadores e também para reduzir o absentismo na empresa, que é, muitas vezes, gerado pelos acidentes de trabalho. O SINDECTEB é favorável às iniciativas que visam melhorar a qualidade do material dos trabalhadores e sua segurança, contudo, espera que os Correios mantenham seu compromisso já firmado de manter a renovação do atual uniforme e a reposição de acordo com as necessidades das unidades”

José Aparecido Gimenes Gandara, Presidente do SINDECTEB e da FINDECT

Em relação aos uniformes atuais, o SINDECTEB e a FINDECT já despacharam diversos ofícios exigindo reposição e questionando a demora para a troca dos uniformes. Em muitos casos, há demora na resposta e, claro, na reposição das peças.

Tanto Sindicato quanto Federação acreditam que o uniforme não é apenas um item de trabalho dos Ecetistas, mas uma representação da nossa Empresa na sociedade brasileira. A ECT deve zelar pela qualidade, segurança e durabilidade dos uniformes, pois eles representam a marca dos Correios e toda sua história.

O SINDECTEB mantém o compromisso com sua base de acompanhar o estudo da CSMT e informar a todos sobre o andamento das atividades de pesquisa.  

Deixe uma Mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.