Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Postado por em ago 29, 2019 em Notícias, Slides | 0 comentários

TST DIVULGA DESPACHO E CONVOCA FEDERAÇÕES PARA REUNIÃO BILATERAL

TST DIVULGA DESPACHO E CONVOCA FEDERAÇÕES PARA REUNIÃO BILATERAL

Após reunião realizada na tarde de ontem, 27, o vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Renato de Lacerda Paiva divulgou o despacho convocando reunião bilateral de trabalho e negociação, para o dia 10/09/2019, às 14:00 horas.

A diretoria da FINDECT foi informada pelo TST sobre a falta de avanço na negociação do Acordo Coletivo de Trabalho em relação ao que foi apresentado na reunião anterior.

Na tarde de ontem, o Ministro Renato de Lacerda Paiva comunicou as entidades sindicais sobre uma nova reunião, a ser realizada no dia 10/09. A ideia é definir um possível calendário de reuniões para prosseguir com as negociações. A comunicação foi feita mediante despacho. Clique aqui para ler o documento.

O principal motivo da falta de avanço nas negociações é a recusa do Governo e da direção da ECT em dialogar, negociar e atender reivindicações dos trabalhadores. Outra dificuldade seria o motivo das mudanças constantes na direção da ECT, segundo avaliação do próprio TST.

FINDECT e Sindicatos vão lutar até que se esgotem as possibilidades de negociação

A FINDECT e os Trabalhadores(as) dos Correios têm demonstrado disposição para esgotar todos os canais possíveis de diálogo e negociação, de forma responsável, madura e democrática. A Federação e os Sindicatos estão abertos a utilizar toda e qualquer forma de manter a negociação em um patamar cordial, sem a necessidade de atitudes radicais.

O diálogo, no entanto, não está ocorrendo. O Governo e a direção da ECT não têm a mesma disposição, se recusam a atender reivindicações dos trabalhadores e trabalhadoras e querem retirar vários direitos e reajustar salários e benefícios econômicos num percentual muito abaixo da inflação do período.

União e disposição de luta

Mias do que nunca, é preciso manter uma forte mobilização em defesa de dos empregos e da manutenção de todas as cláusulas do Acordo Coletivo. O atual momento demonstra que os Trabalhadores devem manter a união de classe para que seja possível fazer coro diante das intenções nefastas do Governo.

A categoria ecetista tem uma trajetória histórica de batalhas. Já passou por muitas adversidades e lutou em diferentes contextos políticos. Venceu e conquistou, com união de todos os trabalhadores da categoria, direitos e benefícios importantes. Agora, é hora de exigir da ECT e do governo respeito na negociação do Acordo Coletivo.

O momento atual exige união e disposição de luta de todos os trabalhadores e trabalhadoras da categoria. Essa é a única forma de resistir aos ataques e conquistar o atendimento de reivindicações fundamentais para a sobrevivência de cada um e seus familiares!

Veja algumas fotos da última reunião entre TST, ECT e Representantes Sindicais, ocorrida no dia 27/08.

Deixe uma Mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.