Pages Menu
RssFacebook
Categories Menu

Postado por em fev 3, 2020 em Notícias, Sem categoria, Slides | 0 comentários

Correios ajudam vítimas da chuva em MG com transporte, logística e pessoal

Correios ajudam vítimas da chuva em MG com transporte, logística e pessoal

Fica a pergunta: Qual empresa privada atuaria com tamanha intensidade em uma situação como essa?

O povo mineiro vive dias difíceis. A temporada de fortes chuvas está devastando Belo Horizonte e parte das cidades da região metropolitana. Já foram contabilizadas 57 mortes e 30 mil pessoas foram desalojadas ou desabrigadas no estado. O governo visitou a região mais atingida com ministros e a presença do presidente Bolsonaro.

Mas fica o questionamento: O que as autoridades fizeram de efetivo além de política de palanque?

O povo mineiro precisa de ajuda, não de palavras. De soluções de emergência para o drama presente, e soluções estruturais para que o desastre não se repita. E é melhor não esperar isso dos atuais governantes do estado e do Brasil

Solidariedade ecetista

Nesse momento o povo mineiro precisa de apoio de todas as formas. E quem faz isso? Com certeza não são as empresas privadas, que vivem pelo lucro?

Só empresas estatais, como os Correios, têm estrutura e disposição para deslocar seu efetivo, sua infraestrutura e sua logística para socorrer o povo em suas principais necessidades.

Do mesmo jeito que só a Petrobrás deslocou forças e efetivo para ajudar o povo nordestino a limpar as praias poluídas com petróleo, os Correios são a única empresa que tem logística pra atuar na ajuda às vítimas das chuvas em Minas Gerais.

A ECT é a única que se dispõe e está ajudando na distribuição de alimentos medicamentos e bens de higiene e limpeza. Empresas privadas só atuam se o governo pagar. Não têm solidariedade, só olhos para o lucro. Ainda são capazes de exigir que o governo arque com prejuízos que tiverem.

Desastres como esse, que afetam o povo pobre e periférico, já maltratados pela desigualdade social, pelo desemprego, pela falta de saúde e educação, mostram com toda clareza a importância das estatais.

Só elas desempenham papeis sociais, e entre elas a ECT é a única empresa que tem logística pra atuar na ajuda aos atuais e futuros desabrigados, pois é claro que os governos não vão investir para que desastres como esse não ocorram mais.

Governador de Minas sobre ajuda humanitária dos Correios

Romeu Zema (Novo), Governador de Minas Gerais fala sobre a logística dos Correios para a ajuda humanitária nesse momento de dificuldade e socorro das vitimas das chuvas que tem assolado o sudeste do Brasil.Correios público e para todos!

Posted by FINDECT on Thursday, January 30, 2020

Deixe uma Mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.